sábado, 16 de março de 2013

Eu nunca fui boa com despedidas.

Eu tentei, juro que tentei. E você não percebe isso, quero dizer, não ligou muito. E é ai que eu digo que sinto muito porque eu não consegui fazer do seu jeito, não consegui te fazer feliz comigo em todos os pontos. Agora é tarde, já era, eu já perdi. Nós perdemos, amor. E então o que resta são lembranças, boas e ruins. Insisto em me lembrar das boas, e eu sei que você insiste em se lembrar das ruins. Vai ver é por isso que eu sofro e você não. Para você, um alívio. Para mim, saudades. É madrugada agora, e eu não consigo dormir. Porém, a vontade de escrever me possuía  Tu sabe, eu não gosto de escrever sobre os meus sentimentos. Eu não sei por onde começar. Mas agora foi inevitavel, afinal, escrever sobre você, sobre meus sentimentos com você nunca foi difícil. É, agora tu se foi e eu to aqui, tentando entender como fui tão estupida em ter te deixado partir.
Eu deveria ter implorado, feito juras, declarações. Te mostrar que ainda valia a pena. Mas eu te deixei ir, facilmente e magoou saber que eu estava lhe fazendo um favor. E agora, ainda confusa, ainda com a sensação que ainda te tenho, eu fico pensando se foi a coisa certa ou a coisa errada. Se um dia te terei de volta ou se nunca mais te sentirei. Eu nem sei o que eu quero, eu só queria ficar bem. E admito, que agora, eu to acabada, detonada, e as lagrimas não param de cair. Faz umas seis horas que você disse que não me queria mais e a ficha não caiu. Me perdoa por ser essa pessoa tão sensível que te ama tanto, eu não escolhi ser assim. 
Meu coração te chama, mais uma vez e tu esta lá, tranquilo em tua casa pensando em não sei o que. Todavia, você esta bem. Que inveja de você! Eu sempre senti inveja da forma como você deixa de se importar com as coisas facilmente. Mesmo escrevendo isso, tenho esperanças de que só seja fingimento e que pela manha tu venha correndo ao meu encontro dizendo o quanto esta arrependido e eu, vou fazer de tudo para nunca mais te decepcionar. Você foi o melhor de mim, o amor que eu nunca tive e sempre quis ter e eu consegui estragar tudo. É nessas horas que aquela frase clichê faz um maior sentido: "Se arrependimento matasse..."
Por dentro, estou morta. De verdade. Não vejo sentido nas coisas. Não é drama, é só a dor da separação. Tem gente que sofre por amor, e eu sou chefe desse clube. E eu sei que eu deveria erguer a cabeça, secar as lagrimas e dizer que eu não preciso de você. Você acredita se eu dizer que to chocada demais para seguir em frente? Chocada demais para acreditar. Eu ainda te amo, pior, eu ainda estou apaixonada por você. Essa paixão era correspondida e eu estava amando isso, agora é como um amor não correspondido e eu não aguento isso. Eu tentei, juro que tentei fazer dar certo. Mas parece que não tentei o suficiente, me desculpa por isso. De qualquer forma termino aqui dizendo: Nunca vou me esquecer do que um dia tivemos.

6 comentários:

  1. Olá querida, já estou seguindo seu blog, que é muito charmoso viu?


    Convido você e suas leitoras a conhecer o meu:

    http://toobege.blogspot.com.br/


    Beijinhos e tenha uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  2. Me identifiquei muito com o que escreveu, passei pelo mesmo, e to nessa ainda.Não sei o que eu fiz, mas me sinto como se não tivesse sido/feito o suficiente, mesmo tentando ao máximo fazer dar certo.Eu to nessa a 4 meses, não sei o que quero da vida, está tudo sem sentido...Eu saio com os amigos e me sinto bem, mas quando chego em casa, parece que algo me deixa mal, pra baixo.Eu ainda o amo e sempre o stalkeio e vejo o que não quero...já mudou de ficante umas 2/3 vezes.(me senti bem em ter escrito isso)o que eu faço? **

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom desabafar, a gente se sente liberta da própria dor. Eu não nego, já passei por uma situação como essa. Sabe o que eu fiz pra esquecer? Não sei se ajuda com você, mas foi fácil pra mim. Assista os filmes, seriados ou leia os livros que falam sobre garotas fortes que não choram por garotos. Acredite, você vai querer ser essa garota. E se você realmente quiser, você vai tentar. Você vai querer falar como ela, pensar como ela, agir como ela. E logo, você será ela. E toda vez que te ter vontade de stalkear, você vai rir de si mesma e não o fazer. Bom, se quiser conversar em particular, pode falar comigo no facebook. Posso te ajudar!

      Excluir
  3. Poderia me dar sugestões? Eu prefiro continuar em anônimo, te agradeço muito, amore!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, desculpe a demora para responder. A terceira temporada de skins me ajudou, por conta da Effy, o jeito forte de ser dela me deixou contagiada. The vampire diaires, em sua quarta temporada quando a Elena é desligada de seus sentimentos é perfeito. Porque ela estava sofrendo e de repente passa a não sentir nada. E o fato dela nçao estar ligando pras coisas fez-me perceber o quanto essa opção é melhor. Filmes como 500 dias com ela(dizem que é triste, mas isso só se você ficar do lado do Tom, se ficar do lado da Summer, ninguém vai partir seu coração).

      Excluir