sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Escrevi eu te amo com mais de três palavras.



Eu fico me perguntando, em alguns momentos, porque será que eu tenho você. É meio difícil saber porque existem aqueles momentos em que eu vejo que não te mereço, não mereço algo tão bom quanto você. E é bom, até demais, saber que eu te tenho, mesmo sem merecer. E é ai que entra a parte em que eu faço com que você me mereça, por ser boa o suficiente e por retribuir todas as coisas boas que tu faz. Porque além de qualquer coisa, você esta lá e eu, bom, estou do teu lado também. Merecendo ou não, estamos juntos. Querendo ou não, estamos juntos. Digo, porque até quando a gente se odeia, a gente se quer. O que estou tentando lhe dizer é que o meu amor por você tem crescido bastante, não foi do nada, tem motivos. Os motivos, mesmo que óbvios, precisam ser lembrados. Você é um cara bem mais legal agora, e você entende melhor de relacionamentos também, seu gosto musical melhorou e teu cheiro esta mais agradável. E como você só melhora, é claro que vou gostar mais de você. Engraçado que ao mesmo tempo que tu aprendeu comigo, eu aprendi contigo também. Nós não fomos um daqueles romances que sugiram, a gente resolveu criar o nosso. Conhecidos, amigos, segundas intenções, namorados, apaixonados, amantes e então, essa coisa que hoje somos. Tivemos as fases, criamos um relacionamento onde ambos correspondiam. O que demorou três meses para dizer o primeiro eu te amo, hoje se confirma ser a mais bela sinceridade de um sentimento. O que parecia não ter futuro, hoje planeja o futuro de dez anos depois. Sei lá, é que dentre tantas outras coisas, você é meu ponto de paz. Meu melhor amigo, antes de qualquer coisa. Sabe mais sobre mim do que eu mesma. E eu gosto, pra caramba, de saber tudo sobre você. Eu odeio frases clichês, como você é o amor da minha vida. Prefiro dizer que você é o cara com quem eu quero estar. E sim, tu é o cara que me faz querer aprender cozinhar só pra deixar teu estomago feliz. O cara que faz eu ter a criatividade do além para fazer presentes sentimentais ou não pra ti. O cara que faz com que eu perca meu tempo escrevendo este texto, e mais tarde, escrevendo outro. Porque escrever para você é tão bom, tão saudável, tão gostoso. Eu não ligaria de chegar a pagina dez do word falando apenas de ti, de nós e de como eu admiro isso. Eu sempre te digo, e vou dizer de novo: Não se surpreenda se um dia eu chegar com um livro contando a nossa história. Afinal, a sua carteira já esta cheia das minhas cartas. Bom, só queria dizer mesmo que te amava, mas acabou que eu escrevi demais. Tu me conhece, gosto mesmo de escrever e gosto de escrever porque te amo. Porque só dizer isso não faz muito sentido quando de vez enquanto a gente não da uns motivos. Vou parar por aqui, ta meio tarde e eu preciso descansar. Quem sabe amanha, eu volte a me declarar.

6 comentários:

  1. Lindooooooooooo *-*
    Beijos
    Tem vídeo novo no meu canal, vai lá ver ;)

    http://pincelrosapaloma.blogspot.com.br/
    http://www.youtube.com/pincelrosa

    ResponderExcluir
  2. Você escreve bem demais, parabéns!

    chocolatenacereja.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto querida, muito bom ! rs

    Beijinhos no coração ><
    Fica com Deus ;)

    http://papo-de-garota-crista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir